Assessoria Pedagógica

Assessoria Pedagógica
Educadora Sim

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Como promover o gosto pelas línguas estrangeiras


O aprendizado infantil pode ser incentivado em uma atmosfera salutar e divertida em casa e na escola. A interação dos pais neste universo infantil do ensino serve de grande ajuda para fortificar os passos das crianças nesta fase. Assim também funciona como o estudo de línguas estrangeiras.
O mundo ficou pequeno pela possibilidade de troca de informação através da tecnologia, da internet e das relações internacionais muito mais próximas, consequentemente. Os estudantes não só buscam uma formação acadêmica, mas também tentam se inserir neste meio globalizado e por isso o aprendizado de idiomas faz a diferença.
Dicas para a aprendizado do inglêsAinda na infância a criança pode ser incentiva a gostar de estudar outras línguas. A partir dos 5 anos ela já é capaz de adentrar neste universo e de construir um interesse pessoal que será amadurecido com o tempo.
É muito importante as crianças terem acesso ao aprendizado de maneira simples e divertida. No início não é preciso muitas cobranças, com o estudo do inglês, por exemplo, a formação do primeiro vocabulário, das primeiras palavras e pronúncias podem ser realizadas de forma lúdica, com a construção de personagens e através de brincadeiras.
Os desenhos e as músicas são ferramentas de colaboração para o estudo de idiomas na infância. Tente aproximar a criança desse contexto, com exercícios leves para que ela tome gosto e desenvolva a curiosidade pela língua em questão.
Construa com o filho ou aluno o vocabulário ilustrativo, ajude-o a montar o seu próprio livrinho, a relação desenho-palavra em inglês. Cada dia ou semana introduza novas palavras, como cores, números, nomes de animais, frutas e verduras. Em um curto período o conhecimento da criança vai exigir mais informação, naturalmente.
Tecnologia para idiomasO uso da tecnologia pode ser um estímulo para a criança fazer exercícios interativos online, através de jogos e questões que exercitem a memória e introduzam regras de gramática. Caso a família possa desembolsar a mensalidade de um curso de inglês, é importante manter o ritmo do estudo em casa também, além da prática em sala de aula.
A partir dos 12 anos já é possível planejar um intercâmbio, uma viagem internacional para aprimorar o estudo das línguas.  Há programas de intercâmbio teen,  que são destinados para crianças de 12 a 17 anos, em curtos períodos, geralmente nas férias escolares do Brasil e une atividades culturais e estudo da língua. O que deve ser planejado com um longo período de antecedência, e representa não só uma oportunidade de adquirir a fluência mas também de amadurecimento pessoal do estudante.

Texto e imagem enviados por  Roberta Clarissa  Leite
Organizado por Pedagoga Luziane Nonato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja solidário (a) e doe um comentário!